domingo, 23 de novembro de 2014

FÉ INESPERADA





Por que somente este estrangeiro voltou
para louvar a Deus?
E Jesus disse a ele:
“Levante-se e vá.
Você está curado porque teve fé.”


Lucas 17.18b-19 (leia 17.11-19) – NTLH

 
Mais uma vez, Jesus “furou” o esquema de valores sociais da sua época. Ele elogiou a fé dum homem desprezado pelo preconceito popular. Os nove homens menos “desprivilegiados” não voltaram para agradecer. Todos eram leprosos, mas um, além de ser portador desta doença, era samaritano; considerado de raça inferior: duplamente prejudicado. A lepra era a doença mais temida porque tinha conotações espirituais. Uma pessoa com mancha na pele era considerada impura espiritualmente. A pele refletia a alma. Os leprosos eram privados de contatos sociais e banidos do templo por causa de manchas na pele. Simples infecções de pele, alergias ou outras irritações poderiam transtornar a vida de uma pessoa! Somente os sacerdotes tinham poder de declará-los curados e puros.

Coitado do samaritano! Não tinha vez! Nenhum sacerdote, sabendo que ele era samaritano, o declararia curado e puro. O fato dele ser samaritano já era maldição aos olhos dos judeus. Mas, para Jesus, não existia maldição. Todos eram iguais diante do Papai. Foi justamente o “pior” da turma dos dez que voltou à Fonte da Vida, Jesus, com gratidão. Os outros ficaram satisfeitos com a bênção do sacerdote e nem lembraram a verdadeira fonte da sua restauração. Para eles, o mais importante era ter a aprovação do sacerdote e recuperar seu lugar na sociedade.

O samaritano sarou da sua lepra, mas continuou sendo samaritano, objeto de preconceito e discriminação. A sua grande descoberta foi que, entre os milhares de judeus, tinha um amigo, Jesus. Jesus era o único judeu que lhe demonstrou amor e respeito. 

Mais uma vez, Jesus rompeu as barreiras religiosas da sua época. Jesus demonstrou que a fé não era o monopólio de poucos “escolhidos por Deus”. O samaritano desprezado tinha mais fé do que os nove que pertenciam a “raça eleita”. Não era por pertencer à religião certa ou abraçar crenças corretas que foi curado. A sua fé o curou! A fé não era propriedade privada dos judeus. 

É fácil confundir a bênção sacerdotal com a fé. A fé verdadeira gera gratidão. Ter fé é ser grato. A fé levou o samaritano a demonstrar sua gratidão diante da graça concedida, independente da bênção sacerdotal. Foi a fé, não a bênção que o curou. 

A ortodoxia, o fundamentalismo e outras formas de radicalismo definem a fé dentro de seus parâmetros. Não reconhecem a fé daqueles que não se encaixam dentro dos seus padrões... Para eles, ter fé exigia conformidade com seu esquema de crenças, padrões de conduta e práticas de culto. Jesus incentivava a fé, sem colocar fardos! 

Até hoje o cristianismo tem dificuldade em aceitar as “inclusões” de Deus. Despreza a fé dos demais e acha que somente sua forma de fé é verdadeira. 

Nos evangelhos Jesus está sempre “cutucando” os orgulhosos. Orgulho é defeito moral. Não perdia oportunidades de mostrar que seu Pai não dava valor a nenhuma pretensão de superioridade. Os verdadeiros eleitos não percebem a sua eleição. Os que se acham eleitos são enganados. O samaritano se achava o mais perdido de todos os dez. A falta da bênção sacerdotal ajudou o samaritano a perceber a verdadeira fonte da vida. Ser desprezado pelos outros se tornou bênção!





Lucas 17.11-19 – Nova Traduҫão na Linguagem de Hoje 2000 (NTLH)
JESUS CURA DEZ LEPROSOS
Jesus continuava viajando para Jerusalém e passou entre as regiões da Samaria e da Galileia. Quando estava entrando num povoado, dez leprosos foram se encontrar com ele. Eles pararam de longe e gritaram:
— Jesus, Mestre, tenha pena de nós!
Jesus os viu e disse:
— Vão e peçam aos sacerdotes que examinem vocês.
Quando iam pelo caminho, eles foram curados. E, quando um deles, que era samaritano, viu que estava curado, voltou louvando a Deus em voz alta. Ajoelhou-se aos pés de Jesus e lhe agradeceu. Jesus disse:
— Os homens que foram curados eram dez. Onde estão os outros nove? Por que somente este estrangeiro voltou para louvar a Deus?
E Jesus disse a ele:
— Levante-se e vá. Você está curado porque teve fé.
 

 

Nenhum comentário: