domingo, 19 de abril de 2015

LIXO E SALVAÇÃO


...este Jesus que vocês crucificaram
é aquele que Deus tornou Senhor e Messias.

Atos 2.36 (leia 2.14-41) – NTLH

As maravilhas da tecnologia estão criando um mundo de descartáveis: latas, garrafas, caixas de papelão, sacos de plástico ou papel, isopor, etc. Mesmo artigos de consumo: calçados, celulares, relógios digitais, rádios e outros aparelhos eletrônicos pequenos são jogados fora quando estragam. O conserto ou reforma fica mais caro do que comprar novo.

Esta tendência não se refere apenas a objetos inanimados. O meio ambiente, que levou bilhões de anos para se formar, está sendo ignorantemente descartado. Matas e áreas verdes estão caindo vítimas de ganância e exploração comercial. Nada está sendo colocado como reposição. O nosso consumismo crescente está destruindo recursos cada vez menos abundantes. O homem descarta o universo que nos sustenta!...

O ser humano, também, está sendo descartado. Nosso sistema sócio/econômico sacrifica uns em benefício de outros. Um número minoritário, pelo controle das riquezas, mantém a maioria em estado de pobreza relativa. Desta maioria, milhões de seres humanos vivem na mais absoluta miséria subumana.

Jesus foi descartado. Era insignificante em termos da cultura da sua época. Vivia à margem da sociedade, de origem bem humilde e sem nenhum poder político ou econômico. Tinha somente um grupo pequeno e instável de seguidores e de pouca expressão. Dispensável, seria uma vítima perfeita para os poderosos usarem para se proteger e satisfazer as frustrações das massas.

As aparências enganam. Na realidade, os destruidores se destruíam – jogando fora a sua própria salvação. O Jesus, que julgavam inexpressivo, era a salvação!...

A humanidade, inclusive em nossa cultura, não mudou em nada. Continua jogando fora a salvação de muitas maneiras e em todos os níveis. Praticamos uma religião exclusivista e egoísta que visa somente a “nossa salvação”. Pela nossa preocupação conosco mesmos, ficamos alheios à vida comunitária e política. Deixamos o mundo à sua própria sorte enquanto defendemos os nossos interesses. É a nossa maneira de descartar o mundo e jogar fora os outros. Mas, ao jogarmos fora a vida de alguns, jogamos fora a vida de todos, inclusive a nossa. A nossa maneira branda de rejeitar Jesus, ao ignorar os princípios do Reino, deixando de viver a justiça e amor, empurra o mundo ainda mais para o abismo.

Qual é o caminho da salvação? Pedro apontou o arrependimento. Os ouvintes de Pedro eram pessoas boas e religiosas, iguais a nós. Os “bons” precisam de arrependimento mais do que os outros. Não são conscientes que a sua espécie de religiosidade faz parte do problema. O arrependimento pode transformar a nossa maneira de praticar a fé.

 

ATOS 2:14-41 – NOVA TRADUҪÃO NA LINGUAGEM DE HOJE 2000 (NTLH)

A MENSAGEM DE PEDRO

Então Pedro se levantou, junto com os outros onze apóstolos, e em voz bem alta começou a dizer à multidão:

— Meus amigos judeus e todos vocês que moram em Jerusalém, prestem atenção e escutem o que eu vou dizer! Estas pessoas não estão bêbadas, como vocês estão pensando, pois são apenas nove horas da manhã. O que, de fato, está acontecendo é o que o profeta Joel disse:

“É isto o que eu vou fazer

    nos últimos dias — diz Deus —:

Derramarei o meu Espírito

    sobre todas as pessoas.

Os filhos e as filhas de vocês

    anunciarão a minha mensagem;

os moços terão visões,

    e os velhos sonharão.

Sim, eu derramarei o meu Espírito

    sobre os meus servos e as minhas servas,

e naqueles dias eles também anunciarão

    a minha mensagem.

Em cima, no céu, farei com que apareçam

    coisas espantosas;

e embaixo, na terra, farei milagres.

Haverá sangue, e fogo,

    e nuvens de fumaça;

o sol ficará escuro,

e a lua se tornará cor de sangue,

antes que chegue o grande e glorioso

    Dia do Senhor.

Então todos os que pedirem

    a ajuda do Senhor serão salvos.”

Pedro continuou:

— Homens de Israel, escutem o que eu vou dizer. Deus mostrou a vocês que Jesus de Nazaré era um homem aprovado por ele. Pois, por meio de Jesus, Deus fez milagres, maravilhas e coisas extraordinárias no meio de vocês, como vocês sabem muito bem. Deus, por sua própria vontade e sabedoria, já havia resolvido que Jesus seria entregue nas mãos de vocês. E vocês mesmos o mataram por mãos de homens maus, que o crucificaram. Mas Deus ressuscitou Jesus, livrando-o do poder da morte, porque não era possível que a morte o dominasse. Pois Davi disse a respeito de Jesus o seguinte:

“Eu via sempre o Senhor comigo

    porque ele está ao meu lado direito,

    para que nada me deixe abalado.

Por isso o meu coração está feliz,

e as minhas palavras são palavras

    de alegria;

e eu, um ser mortal, vou descansar

    cheio de esperança,

pois tu, Senhor, não me abandonarás

    no mundo dos mortos.

Eu tenho te servido fielmente,

e por isso não deixarás

    que eu apodreça na sepultura.

Tu me tens ensinado os caminhos

    que levam à vida,

e a tua presença me encherá de alegria.”

E Pedro disse mais isto:

— Meus irmãos, eu preciso falar claramente com vocês a respeito do patriarca Davi. Esse grande líder morreu e foi sepultado, e o seu túmulo se encontra aqui até hoje. Ele era profeta e sabia que Deus lhe havia jurado que um dos seus descendentes seria rei, como ele.  Davi sabia o que Deus ia fazer e por isso falou a respeito da ressurreição do Messias. Davi disse:

“Ele não foi abandonado

    no mundo dos mortos,

nem o seu corpo apodreceu na sepultura.”

Deus ressuscitou este Jesus, e todos nós somos testemunhas disso. Pois Jesus foi levado para sentar-se ao lado direito de Deus, o seu Pai, o qual lhe deu o Espírito Santo, como havia prometido. E Jesus derramou sobre nós esse Espírito, conforme vocês estão vendo e ouvindo agora. Pois Davi não subiu para o céu, mas ele mesmo afirmou:

“O Senhor Deus disse ao meu Senhor:

‘Sente-se do meu lado direito,

até que eu ponha os seus inimigos

    como estrado debaixo dos seus pés.’ ”

Todo o povo de Israel deve ficar bem certo de que este Jesus que vocês crucificaram é aquele que Deus tornou Senhor e Messias.

Quando ouviram isso, todos ficaram muito aflitos e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos:

— Irmãos, o que devemos fazer?

Pedro respondeu:

— Arrependam-se, e cada um de vocês seja batizado em nome de Jesus Cristo para que os seus pecados sejam perdoados, e vocês receberão de Deus o Espírito Santo. Pois essa promessa é para vocês, para os seus filhos e para todos os que estão longe, isto é, para todos aqueles que o Senhor, nosso Deus, chamar.

Pedro continuou a dar o seu testemunho e, com muitas outras explicações, procurou convencê-los, dizendo:

— Saiam do meio dessa gente má e salvem-se!

 Muitos acreditaram na mensagem de Pedro e foram batizados. Naquele dia quase três mil se juntaram ao grupo dos seguidores de Jesus.

Nenhum comentário: